Será ignorância ou demagogia?

Aquilo que mais me surpreende num certo grupinho de “democratas” da classe docente, é o conceito de legitimidade.

Para eles só existe legitimidade para aqueles que estão contra as reformas implementadas pelo o Governo, particularmente no fim da balda que era a carreira da classe docente, pois todos que estão a favor, ou são trauliteiros funcionários do partido, ou falam em nome de alguém, ou seja, os que estão a favor das reformas não podem ter ideias próprias, mais a mais quando estão em causa disparates como este Post publicado no Blog “A educação do meu Umbigo”, que revela uma profunda ignorância sobre a interpretação das  Contas Públicas e do OGE, como se o orçamento e as contas do Estado fosse o orçamento e as contas de alguma mercearia do Seixal

5 Respostas to “Será ignorância ou demagogia?”

  1. anti-socialistas-da-treta Says:

    Este melga do «anti-tretas» continua a espalhar o seu virus da propaganda sócretina cujo efeito mais evidente é transformar as pessoas em idiotas úteis. O seu parasitismo político reside nisto mesmo: na manipulação de cabeças (já limitadas à partida) de inocentes que não se vacinaram contra o tachismo e contra a burrice. Os principios e a coerência ideológica desaparecem para darem lugar à satisfação de interesses próprios e de poder; o respeito pela verdade desaparece para dar lugar à demagogia e à mentira; as ideias desaparecem para darem lugar ao oportunismo. É por isso que depois se comportam como mortos-vivos políticos cujo ataque a determinado tipo de pessoas ou a grupos profissionais é a única coisa que os faz sentir homens «vivos» com projectos e objectivos «políticos». Uma grande ilusão dos idiotas úteis… Como eu disse noutro post, eles nem estão vivos nem são pessoas: são meros animais que respondem às ordens do dono (ao virus sócretino propriamente dito) e que o melga minúsculo deste «anti-tretas» se encarrega de espalhar. Aguarda-se pois, a qualquer momento, a reacção doentia e carregada de ressabiamento dos papagaios, cães-de-guarda e carneiros que andam a pastar por este blogue.

    Idiota inútil vê lá se te acalmas com os insultos se não queres ir falar sozinho para um Blog que já tenhas ou venhas a criar, como já aconteceu a alguns.[Anti-Tretas]

  2. MFerrer Says:

    Mas o seu Guinoterepresenta -se apenas a ele.É como as contas que apresenta. São um erro.
    E é uma pena que este pequeno e País se entretenha com estas estórias de professores que o não eram e de escolas que deviam ser e tenha sido preciso uma trintena de anos e desenas de governos para se começar a por cobro à bambochata. A começar a exigir resultados em conformidade com os in-puts. Em qq outro País isto seria mais do que provável que estivesse em vigor. É que estes professores estavam mal habituado se serem, funcionários públicos e nem viam que estavam em rota de colisão com eles próprios e com o sistema Público de ensino. Apenas promoveram, com o seu egoísmo, a escola Privada e o ensino da elites. Que era para isso que se caminhava e caminhará logo que a direita se apoderar do governo,. Depois não se queixem de horários longos ou de recibos verdes. Vão logo para arua que há sempre gente disposta e necessitada para trabalhar por dez vintens.
    Ainda agora estive num País em vias de grande desenvolvimento onde quase todo o ensino é privado e onde a competição é feroz, mas onde os professores ganham um décimo do que ganham em Portugal…
    E só têm 30.000 ( trinta mil) escolas superiores e profissionais!
    MFerrer

  3. Jorge Ramos Says:

    Eu acho que a proposta do Guinote é demagógica, e acredito que se sirva da má avaliação intelectual que ele faz dos colegas, para lançar esta para o ar…

  4. albino mau Says:

    Anti-tretas, falas das mercearias do Seixal devido à proximidade local do Guinote?
    Certamente que sim! Ele como deve ser adepto do pequeno comércio, é lá vai buscar formação contabilística, porque se fosse num hipermercado já não fazia confusão entre contenção de despesas e investimentos…

  5. Teresa Costa Says:

    os argumentos desta gente limitam-se à colagem partidária de quem está de acordo com as politicas do governo, mas esquecem-se que eles enquanto oposição valem muito pouco, para só falar na quantidade e não na qualidade, porque relativamente a essa ainda valem menos.
    todas as sondagens indicam que a maioria dos portugueses estão de acordo com as politicas do governo, logo na cabecinha desta gente são todos militantes do ps, porque simpatizantes não há duvida que são!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: