Archive for Outubro, 2008

«os militares não podem ser vistos como um vulgar agente da Administração Público»

30/10/2008

Até aqui o Governo não cedeu a chantagens, mas se ceder a este inicio de chantagem dos militares, então terei que dar razão aos Professores e darei o meu apoio a todas as suas reivindicações, pois tenho a perfeita consciência que o País necessita muito mais que os Professores tenham estabilidade emocional e profissional, do que os militares.

O País tem de continuar a fazer esforços de contenção da despesa Pública, mas uma coisa é certa, o contributo dos Professores para o desenvolvimento do País é inquestionável, quanto ao contributo dos militares é muito discutível!

A entrevista e o entrevisto

29/10/2008

Sócrates deu uma banalíssima entrevista a dois péssimos entrevistadores e recebeu miseráveis reacções da oposição e publicistas. Dizer que ele não pode ligar a situação nacional à crise internacional, que falhou na política económica e que não apresenta ideias novas, revela uma concepção da política que só sobrevive à custa da dissonância cognitiva. Depois desgostam-se com as sondagens, as alimárias.

Sócrates começou por ter mão no PS, um partido que estava todo minado, depois conseguiu manter o Governo coeso e em passada de corrida, mesmo nas alturas em que o chão fervia e o ar queimava. Lidou com o mal português com extraordinária capacidade de gestão. Para além disto que ultrapassa em mérito o mito cavaquista, não se vê ninguém na oposição que sequer merecesse uma Secretaria de Estado. Mas é escusado tentar explicar os factos da vida aos imbecis – o que muito nos descansa, e até consola.

Publicado por Valupi no Blog “Aspirina B”

Já que só agora passaram a reclamar “tempo para ensinar os alunos” a única avaliação credível sobre o desempenho dos Professores deveria ser o sucesso dos alunos.

29/10/2008

Médias das dez melhores Escolas do “ranking” do Secundário, nos Exames Nacionais.

1. Academia de Música de Santa Cecília – 16.30

2. Colégio São João de Brito – 15,12

3. Colégio dos Cedros – 14.93

4. Colégio Mira Rio – 14.89

5. Colégio Nossa Senhora do Rosário – 14,72

6. Escola Técnica e Liceal Salesiana Santo António (Estoril) – 14,66

7. Colégio Horizonte – 14.54

8. Colégio Moderno – 14,41

9. Colégio Rainha Santa Isabel – 14,41

10. Colégio Oficinas de São José 14,29

A que se deve esta diferença de qualidade relativamente ao Ensino Público?

Será que os Professores no Ensino Privado são mais  responsabilizados, competentes e qualificados?

Ou a diferença estará nos alunos?

Uma coisa é certa, os Pais porque pagam, entregam a exclusividade na formação dos seus educandos à Escola,  exigindo resultados! O que infelizmente não acontece no Ensino Público, onde sistematicamente são acusados pelo insucesso dos seus educandos  de não  os acompanharem nas tarefas de casa, muitas vezes por falta de tempo e formação!

Como o negócio da Educação no Ensino Privado depende dos resultados, obviamente que qualidade dos seus Profissionais Docentes, está inteiramente relacionada com o sucesso dos alunos!

Obsessões umbiguistas

28/10/2008

Se há distúrbios psíquicos que provocam constrangimentos ao desenvolvimento deste País, são as obsessões umbiguistas

O principal objectivo dos obsessores umbiguistas é agirem sobre o pensamento, procurando influenciar a vontade e a razão dos outros, mas em particular dos seus pares.

Por livre arbítrio ou ignorância, podemos seguir aqueles que julgam ser a nossa consciência, mas em qualquer das circunstâncias estamos sujeitos a contaminações obsessivas que geralmente acontece nos ambientes onde predomina o “drama”.

Ora este é o clima que se instalou nas Escolas.

Através da pseudo ascendência intelectual, alguns professores distorcendo a realidade, procuram com a deificação profissional, tornar a classe reactiva a qualquer mudança, só para satisfazer o seu “umbinguismo”, foi assim por exemplo, com as aulas de substituição, como está ser agora com avaliação, por isso a afirmação “Queremos ter tempo para ensinar os nossos alunos!”, não passa de uma hipocrisia melodramática.

Cinco razões para a manifestação de Professores em 15 de Novembro

27/10/2008

Unidos pela dignificação da carreira docente !

Lamenta-se que só ao fim de 30 anos é que tiveram necessidade de apelar à dignificação da carreira.

Contra um sistema de avaliação burocrática e pedagogicamente ineficaz!

Concordo que a anterior avaliação de burocrática não tinha nada, e para os professores naturalmente que era pedagogicamente eficaz, pois todos subiam na carreira quer fossem competentes e dedicados ou incompetentes e “baldas”.

Queremos ter tempo para ensinar os nossos alunos!

Vale mais tarde que nunca, pois já lá vai o tempo que faltavam quando lhes apetecia, a carga horária era função do tempo de serviço, e até se davam ao luxo de terem horários de 4 dias de componente lectiva e 1 de folga, para alem do fim de semana

Queremos continuar a ser professores!

Mas de preferência sem termos de ser avaliados ou então retornarmos ao anterior esquema de “avaliação”, para não falarmos nos destacamentos…

Pela defesa da Escola Pública !

Sem prolongamento de horário, sem aulas de substituição, sem Escolas encerradas com poucos alunos, sem autonomia e com os pais só na escola, quando forem chamados, mas de preferência que não apareçam, para assim continuarem a ser os nossos “bodes expiatórios”..

Os alunos que tiverem dificuldades, e em defesa da Escola Pública, estamos disponíveis para lhe darmos explicações com um bom preço à hora!

A propaganda enganosa desta “elite” profissional

26/10/2008

Tenho assistido em certos Blogs de professores, uma arrogância cretina, daqueles que julgam o seu nível intelectual inatingível e muito superior aquela “massa ignorante” que não consegue perceber, como é que gente tão “qualificada” continua a ter tanto medo de ser avaliada…

Os argumentos dúbios de Paulo Guinote vão ao encontro dos interesses de Mário Nogueira e do PCP

25/10/2008

«… três docentes lançaram um apelo às duas partes para se entenderem e acertarem um único protesto…» «…apela-se aos sindicatos para “criarem condições de abertura à activa participação dos movimentos, reconhecendo as suas reivindicações e prevendo o seu direito à palavra na manifestação de 8 de Novembro”. Ao mesmo tempo, os três professores subscritores do apelo – Paulo Guinote (do blogue “A Educação do Meu Umbigo”), João Madeira (do Movimento Escola Pública) e Constantitno Piçarra (do Agrupamento e Escolas de Ourique) – pedem aos movimentos que desconvoquem a manifestação de dia 15 e participem na de 8 de Novembro…»

Quando neste Post qualifiquei a posição de Paulo Guinote como de  “galheteiro”, estava longe de acreditar que afinal o que ele queria era juntar “azeite com vinagre” no tempero desta salada de organizações, que terão sempre de andar a reboque do PCP agora com a conivência de Paulo Guinote.

Será que Mário Nogueira a mando de Jerónimo de Sousa já lhe prometeu algum lugar elegível como deputado do PCP à Assembleia da República ?

De uma coisa estou convencido é que a manifestação de 15 de Novembro, certamente será uma manifestação de professores, mas a do dia 8 de Novembro, não será só uma manifestação de professores, mas também de “camaradas” de outras profissões só  para fazerem número, como aconteceu na manifestação dos  tais 100.000…

Esta senhora não passa de uma snobe intelectualoide que à medida que idade avança, só lhe vai restando a mania.

24/10/2008

“…Se eu lhe perguntar se sabe cozinhar, por exemplo, soa esquisito… É uma pergunta que se faz aos homens, já que as mulheres é suposto saberem…

Pois. E é que não sei mesmo. Pertenço a uma classe social e a uma época em que havia as criadas. Nós tínhamos empregadas. A minha mãe não punha os pés na cozinha e nós também não. Depois de casar, resolvi não facilitar. Se eu cozinhasse, iria gastar muito mais tempo do que a parte masculina do casal….”

Entrevista de Maria Filomena Mónica à revista “Visão”

Educadora pôs miúdo de 4 anos a sangrar

24/10/2008

Qual das manifestações contra a avaliação de desempenho esta Educadora vai participar?

Prémio Dardos

23/10/2008

Agradeço a gentileza do Blog “Homem ao Mar” pela nomeação para um Prémio Dardos”, mas como acho este Blog nem de perto nem de longe tem a qualidade dos Blogs que têm sido nomeados, por isso recuso esta nomeação, e sendo assim não devo escolher 15 outros Blogues a quem entregar o Prémio Dardos

Obrigado MFerrer, desculpe o atraso deste Post, mas reconsiderei a possibilidade de não vir a dar destaque a esta sua gentileza.