O problema do poeta Alegre é só uma questão de ressentimento

O problema de Manuel Alegre com PS, não tem nada a ver com o código de trabalho, a luta dos agiprofs ou as taxas moderadoras, mas sim o ressentimento pelo facto do PS não ter apoiado a sua candidatura à Presidência da República, pois certamente se isso tivesse acontecido, neste momento não estava lá o Cavaco e já tinham sido marcadas eleições antecipadas com o objectivo de impedir o eventual crescimento do BE, porque o PSD com Cavaco ou Alegre, esse já foi.

3 Respostas to “O problema do poeta Alegre é só uma questão de ressentimento”

  1. Bento XVI Says:

    Meus caros não se iludam! Se o Governo do PS estivesse muito voltado para a esquerda, já Cavaco o tinha demitido na esperança de que assim o PSD poderia ter alguma hipótese de sair da desgraça em que se encontra.

  2. Paulo Costa Says:

    Se o PS estivesse a governar à esquerda, como alguns reclamam, nenhum dos partidos da oposição estavam na posição que estão.
    Nem o PSD estava tão mal, nem o BE tão bem, pois para satisfação dos partidos ditos de esquerda o PSD estaria a competir com o PS a vitória no acto eleitoral

  3. João F. Says:

    Lamento que Alegre ainda não tivesse percebido, se quiser ser Presidente da República terá de ter o apoio do PS, o que por culpa própria não se vislumbra como viável…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: