A verdadeira estória do lobo e dos três porquinhos + um

Era um a vez um lobo, Sócrates de seu nome, que durante 4 anos conseguiu transformar e impulsionar a seu território ao nível dos sítios mais civilizadas. Sócrates era lobo com elevados valores de competência governativa, acabou com os privilégios de determinados clãs do sítio, os jovens passaram a ter educação durante mais anos, os pais beneficiaram de mais ajudas para se efectivar essa escolarização. Conseguiu pôr as contas em ordem sem prejudicar os mais carenciados, modernizou a vida do território implementado as novas tecnologias como solução para acabar com a burocracia, bem assim como procurou investir prioritariamente nas energias alternativas, entre outros actos relevantes

Como era de calcular o lobo Sócrates criou muitos adversários, é que alguns não gostam daqueles que demonstram competência e capacidade para resolver os problemas. Ora entre os habitantes lá do sítio havia três incompetentes porquinhos particularmente maus para Sócrates, de seu nome, Leitinha, Loucinho e Jeróniminho, havendo ainda um quarto porquinho chamado Portinhas, mas esse não tinha grande importância, pois apenas gostava de se armar em crescido.

Os porquinhos como não tinham forma de lutar contra a competência do lobo Sócrates, aproveitaram os problemas que os sítios distantes estavam a passar, e a influência negativa que estava a ter no seu território, para começarem com ajuda de alguns porcos jornalistas na propagação informativa, de acusarem o lobo Sócrates de responsável pela crise.
Num certo domingo aproveitando o desgaste que iam causando ao lobo Sócrates com ajuda de alguns porcos jornalistas, acharam que o tinham conseguido escaldar, e vieram para rua convencidos que um simples escaldão na ponta do rabo tinha sido suficiente para acabar com o lobo Sócrates.

Claro que lá no fundo, nem o três porquinhos nem os porcos jornalistas acreditam que aquele pequeno escaldão, influencie os habitantes do sítio a retirarem ao lobo Sócrates a governação, pois os habitantes já conhecem na pele, a incompetência da porquinha Leitinho para governar o sítio, tal como demagogia do Loucinha e a retrógrada ideologia totalitária do Jeroniminho, não tendo eles a mais pequena viabilidade de serem alternativa ao lobo Sócrates para governar o sítio

13 Respostas to “A verdadeira estória do lobo e dos três porquinhos + um”

  1. João Duarte Says:

    Quem não quer ser lobo não lhe veste a pele.

  2. JP Says:

    Como porquinhos destes, o melhor mesmo, é ser-se lobo!!

  3. Francisco Cavaco Says:

    Sim e o Pib cesce a 6% e somos todos felizes no reino da abastança LOL

  4. anti-tretas Says:

    O Pib cresce 6% ? Essa percentagem é engano ou é para fazer ironia, se é para fazer ironia posso dizer-lhe que antes da crise, o PIB estava em 4,5%, que era bom e indiciava o bom caminho que se estava a seguir
    É óbvio que quem quer criticar gratuitamente o governo não evoca o PIB, porque é um factor que depende muito do investimento das exportações e também do consumo, mas se não há investimento não há emprego, se não há emprego não há consumo, problema que a maior parte da função pública não sente, nomeadamente os Professores.
    Porque realmente isto está mau, mas é para quem está desemprego, porque para quem tem emprego com o ordenado certo todos os meses na conta bancária, a crise é só conversa! Não é caro companheiro do grande SLB ?

  5. João Duarte Says:

    Os professores s~~ao os culpados de toda esta situação (crise, falhanço da justiça, etc). Já se descobriu o bode…

  6. Cmo Says:

    Mais um naco de bela prosa, só-Tretas!
    A tua capacidade de análise e antevisão é notável. Fico à espera que tenhas de inventar uma nova estória, em Setembro, do género da conhecida “Horácio e o Lobo”. Sabes bem que quando se “berra” muitas vezes “aí vem lobo” (tentando enganar os incautos), quando o lobo vier mesmo já ninguém acredita em quem “berra”! Além disso, até Setembro pode ser que apareçam outros porquinhos, mesmo sem a ajuda dos “lobos” jornalistas (alguns são “Canciados”), e corram de vez com o “lobito” socretino…

  7. almocreve Says:

    O lobo não é sempre o vilão? Nesta história era o que tentava por todos os meios comer os porquinhos… já no Capuchinho Vermelho também era o que tentava comer a avozinha.

    Bem visto anti-tretas… o Sócrates que temos, de facto, é o que tenta “comer” os portugueses. Só que, pelos vistos, estes não têm vontade de se deixarem comer mais…

    Também gostei da sua mudança de discurso. Até aqui o anti-tretas não tinha dúvidas que o PS ia ganhar as europeias. Como as perdeu, agora o anti-tretas não tem dúvidas que o seu patrão vai ganhar as legislativas. Daqui por 3 meses, se calhar vai começar a escrever que não tem dúvidas que em 2013 o PS volte ao Governo…

    Mas olhe, gostei da sua história. Vê-se que tem imaginação. É que é preciso ser muito dado a fantasias para escrever coisas como: “em 4 anos conseguiu transformar e impulsionar a seu território ao nível dos sítios mais civilizadas” (Sítios civilizadas?… enfim, não liguemos à falta de concordância… nem à falta de convergência com a Europa nos últimos anos); “os jovens passaram a ter educação durante mais anos” (parece que vão ter mais anos… pena é que cada vez tenham menos qualidade nesses anos, fruto da permissividade implementada por este Governo).

    Depois, o anti-tretas humilha os adversários de Sócrates como se eles fossem uns incompetentes extremos. Olhe que isso ainda é mais vergonhoso para Sócrates. É que perder para uma oposição forte ainda se tolera; mas perder para uma oposição como a que o anti tretas descreve é um vexame inqualificável…

  8. Francisco Cavaco Says:

    Num tom sério e de honestidade que deve ser apanágio de um bom benfiquista.Tem razão no que diz em parte do seu texto que eu vou citar “do investimento das exportações e também do consumo, mas se não há investimento não há emprego, se não há emprego não há consumo” isto é verdade quanto ao resto estou em desacordo absoluto com o meu amigo.No OE a previsão éra de 1,8%.Quanto a diatribe do meu amigo contra os professores já nem ligo e nem respondo.
    SLB4ever.
    PS: Não me apetece votar no Vieira mas o resto não é muito melhor

  9. anti-tretas Says:

    João Duarte
    Será que realmente há falhanço na justiça? Ou é outro clã a reagir? Até porque dois juízes numa mesma situação podem aplicar sentenças diferentes sendo a lei a mesma… é só uma questão de interpretação.

  10. João Duarte Says:

    Não há falhanço na justiça?
    Toda a gente vê isso. O meu amigo não vê isso?

  11. Cmo Says:

    O “lobo” já começou a vestir a pele de cordeiro. E já deu a entender que não teria a MLR como ministra se (pensa ele) ganhasse novamente as eleições…
    Qual a história que vais escrever em Outubro?

  12. Vikleo Says:

    É óbvio que há falhanço na justiça. Não conseguiram provar que foi o Sócrates a explodir o avião de Sá Carneiro, a assassinar o Kennedy nem como um dos conspiradores para o atentado ao Sidónio Pais.
    Ainda não o constituiram arguido pelo tsunami no sudeste asiático, pela fome na Etiópia nem pelo sismo de 1755. Por este andar aposto que a incompetência judicial vai permitir que esse canalha se safe.

  13. João Duarte Says:

    Tenho a certeza absoluta que não foi o Sócrates que fez essas coisas todas que refere, mas também lhe garanto que eu não fui. E disso , tenho a certeza absolutissima.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: