Archive for Janeiro, 2010

Depois do precedente aberto aos professores qualquer luta é legítima…

29/01/2010

Esta minha ausência deste Blog e do Twitter tem se devido ao facto ter estado ausente do Pais durante duas semanas por questões profissionais.
Mas apesar de ter regressado há pouco tempo não podia esperar mais para comentar a luta de mais uma corporação, mas desta vez acho que esta luta é legítima tal como todas as outras que possam vir a ocorrer, pois o precedente escandaloso que se abriu com os professores, passou a legitimar todas as reivindicações das corporações, e assim este  País para satisfazer os caprichos dos funcionários Públicas pode-se afundar mais depressa, por conta de  todos nós  que trabalhamos no privado que sustentamos estes caprichos parasitários das corporações deste Pais , que querem mais dinheiro e pouco trabalho, pois quem utiliza o Serviço Nacional de Saúde pode facilmente constatar isso, mas certamente os professores não se importarão que o Ministério de Educação transfira verbas para o da Saúde para pagar as reivindicações corporativas dos colegas licenciados  enfermeiros…

Anúncios

Por que será que este País desvaloriza a competência e valoriza a incompetência?

15/01/2010

“Manuel Pinho, o ex-ministro da Economia e Inovação, vai ser ‘keynote speaker’ do próximo Conselho de Ministros da Energia que vai ter lugar em Sevilha a 15 de Janeiro.(…)

Com professores tão bons, como é que há alunos tão maus… ?

11/01/2010

O paradigma da pacificação do ambiente educativo que entrou no discurso dos partidos da oposição ao Governo,  levou Isabel Alçada a ceder aos sindicatos no que confere á reorganização de uma carreira, passando praticamente tudo a ficar igual ao estava antes da entrada no Ministério da Educação da única Ministra, Maria de Lurdes Rodrigues  que fez alguma coisa pela responsabilização  profissional dos Professores no desenvolvimento do Sistema Educativo

Engana-se quem quer acreditar que esta pacificação corresponde a uma mudança de atitude generalizada, tendente a orientar o desenvolvimento do sistema educativo numa direcção verdadeiramente sustentável.

Como é que 80% dos Professores avaliados pelos seus pares, que foram qualificados com “bom” produzem os resultados que se conhecem?

Está claro, que para gente tão qualificada a única resposta possível, é que a maioria dos alunos são burros e desinteressados, não merecendo eles professores com esta “competência profissional”

Mais um Ministro que vai ficar para a história do Ministério da Educação, não pelo seu trabalho, mas sim por lá ter passado!

08/01/2010

Recomeço a actividade deste espaço em 2010, dando os parabéns aos sindicatos dos Professores pois conseguiram o que queriam, que era ficar tudo como estava até á chegada de Maria de Lurdes Rodrigues única Ministra da Educação que conseguiu pôr uma classe na ordem,

“Virámos uma nova pagina” disse Isabel Alçada, mas eu diria “reabrimos uma pagina velha” pois quando 80% do Professores foram qualificados pelos seus pares na avaliação, com “bom” podendo todos subir na carreira, a única coisa que mudou efectivamente foi a qualificação de “suficiente “ para “bom”, mas para ser coerente Isabel Alçada deveria ter voltado ao “suficiente” para subir na carreira, pois assim alguns Professores continuariam a ser nivelados por baixo em vez de todos terem passado a ser nivelados por cima, e não contente Isabel Alçada ainda cedeu a acabar com a divisão de titular e não titular.

Avante camarada, mais dinheiro e menos trabalho…